Presidente da Junta do Livramento reclama  construção de um  lar de idosos  e compra de  terreno para habitação para os que menos têm Ler mais

Presidente da Junta do Livramento reclama construção de um lar de idosos e compra de terreno para habitação para os que menos têm

Manuel António Soares, Presidente da Junta de Freguesia do Livramento, afirma que a freguesia necessita de um lar de idosos que dê resposta às necessidades da população mais envelhecida da freguesia e que a localização deste espaço “compete às autoridades competentes”, referindo que a autarquia está “a conseguir dar resposta ao problema da habitação, através de iniciativas privadas” e que o Livramento é uma freguesia segura, cujos visitantes têm “motivos suficientes para gostar de estar na freguesia.”

“Situação financeira dos Açores está a degradar-se e estamos a assistir a um assalto partidário à administração pública”, alerta Vasco Cordeiro Ler mais

“Situação financeira dos Açores está a degradar-se e estamos a assistir a um assalto partidário à administração pública”, alerta Vasco Cordeiro

O Presidente PS/Açores referiu estarmos a assistir “a um verdadeiro assalto partidário à administração regional”, com a constituição do maior Governo Regional de sempre, dando exemplos concretos da desarticulação e da degradação política que se vive na Região. Lembrando que o último  Governo Regional da responsabilidade do Partido Socialista tinha 145 elementos em toda a Região, entre membros do governo, directores regionais e equiparados e membros de gabinete, com excepção do sector público empresarial, o líder socialista apontou que quando tomou posse o partido que pretendia desgovernamentalizar a sociedade, “este constituiu, segundo exactamente os mesmos critérios, um governo de 184 pessoas”.

Negócio da apanha das algas em Rabo de Peixe movimenta cerca de 50 toneladas que atingem mais de 100 mil euros por ano Ler mais

Negócio da apanha das algas em Rabo de Peixe movimenta cerca de 50 toneladas que atingem mais de 100 mil euros por ano

Nos últimos anos, a apanha de algas tem sido uma elevada fonte de receita para a comunidade da Vila de Rabo de Peixe, ascendendo anualmente a milhares de euros e tem vindo a consolidar-se como uma fonte de receita complementar, e em alguns casos alternativa, às pescas. Ruben Farias, Presidente do Clube Naval de Rabo de Peixe, afirma que “com a construção do armazém, a cooperativa passou a contar com o apoio de um equipamento que permite garantir apoio logístico à apanha de algas, em especial ao armazenamento pós secagem - mercado que movimentou nos últimos anos, em termos médios, cerca de 50 toneladas em Rabo de Peixe (…)”

Theme picker