“Enveredei por um caminho que passou  frequentemente fora da arquitectura e que fui inventando passo a passo”, conta André Patrão Ler mais

“Enveredei por um caminho que passou frequentemente fora da arquitectura e que fui inventando passo a passo”, conta André Patrão

Para André Patrão, que trabalha agora num pós-doutorando em Lausanne, na Suíça, a intercepção entre a filosofia e a arquitectura tornou-se inevitável e natural ao longo do seu percurso académico. Nesta entrevista, o jovem micaelense partilha aquele que foi o seu percurso pessoal e profissional, e conta de que forma apenas se sentiu realizado profissionalmente depois de ter saído de Portugal de forma mais definitiva.

Fotografar “é uma paixão que se tornou em profissão e que não deixa de ser um prazer  trabalhar sempre na área da fotografia” Ler mais

Fotografar “é uma paixão que se tornou em profissão e que não deixa de ser um prazer trabalhar sempre na área da fotografia”

Rui Frias tinha a fotografia como uma paixão mas que veio a tornar-se em profissão. No seu entender, apesar dos telemóveis tirarem muito boas fotografias, o cliente espera sempre mais de um fotógrafo profissional, pelo que tem de saber o que faz, vindo a sua sensibilidade artística ao de cima para poder entregar um bom trabalho ao cliente. Rui Frias criou a Memoriae-Photo, empresa que disponibiliza serviços fotográficos, nomeadamente casamentos, baptizados, retratos e tudo relacionado com fotografia, como por exemplo, fotografia de produtos, publicidade e também fotografia de modelos em estúdio. Nesta entrevista é também abordada a sua paixão pela música, tendo integrado algumas bandas locais, sendo o género musical que mais gostava o heavy metal, mas que evoluiu ao longo dos anos e agora aprecia vários estilos em que os requisitos são apenas a música boa.

Theme picker