Empresário desenvolve projecto nos Açores para manter moeda virtual em segurança Ler mais

Empresário desenvolve projecto nos Açores para manter moeda virtual em segurança

O Terinov – Parque de Ciência e Tecnologia da Ilha Terceira passará a contar, de forma presencial, com uma nova empresa ligada ao ramo das bitcoin. Kevin Loaec, de nacionalidade francesa, é o proprietário da Revault. Nesta reportagem fomos perceber que projecto pretende este empresário francês desenvolver nesta área inovadora e o que levou a optar pelos Açores para a realização do mesmo.  

Governo “deve reforçar apoios” às empresas para enfrentarem os desafios do futuro Ler mais

Governo “deve reforçar apoios” às empresas para enfrentarem os desafios do futuro

Luís Rego, um dos responsáveis pelo Grupo Ilha Verde, afirma que os apoios criados até ao momento para ajudar as empresas a superarem os efeitos da crise provocada pela pandemia devem ser continuados e reforçados para fazer frente aos desafios futuros. Actualmente, adianta que uma das maiores dificuldades no seu sector prende-se com a impossibilidade de aderir ao lay-off  pelo tempo que consideraria ideal, tendo em conta que a facturação do Grupo inclui o aluguer e a venda de viaturas.

Crise também já começa a afectar  lojas chinesas na ilha de São Miguel Ler mais

Crise também já começa a afectar lojas chinesas na ilha de São Miguel

Com o encerramento de um estabelecimento comercial na Avenida Infante Dom Henrique, em Ponta Delgada, o Correio dos Açores procurou duas lojas propriedade de empresários chineses a fim de perceber de que forma estão a ser sentidos os efeitos da crise resultante da pandemia de Covid-19. Com quebras consideráveis durante os últimos meses, estes empresários apontam vários motivos para as perdas sentidas.         

Reposição de combustível no Corvo gera discordâncias entre o governo e a EDA Ler mais

Reposição de combustível no Corvo gera discordâncias entre o governo e a EDA

Secretário Regional dos Transportes, Turismo e Energia, Mário Mota Borges diz que há muito se sabia dos condicionalismos de abastecimento do Corvo, agravados com a destruição do Porto das Flores. Mas “por razões desconhecidas” não foram criadas condições para aumentar substancialmente a autonomia da ilha do Corvo, quer em termos de combustível para a EDA quer do consumo local. O rebocador Pêro de Teive saiu de Ponta Delgada com 60 toneladas de combustível a bordo, numa viagem que demorou 36 horas, e foi buscar mais combustíveis às Flores. A mais pequena ilha tem agora autonomia para três meses.

 

Theme picker

Revista Pub açorianissima