Secretaria da Saúde une-se à Diocese para prevenir as dependências do álcool, do tabaco e das drogas

O Secretário Regional da Saúde destacou, em Ponta Delgada, os benefícios para a comunidade que resultam das parcerias estabelecidas entre o sector da saúde e a Diocese de Angra.
 “Pela proximidade e relação de confiança que a Igreja Católica tem junto da sociedade açoriana, e pelos seus princípios de humanismo, diria que esta instituição se enquadra no perfil de parceiro natural para fazer eco das medidas de promoção da saúde e bem-estar social”, frisou Rui Luís, que falava Sexta-feira na assinatura de um protocolo de cooperação entre a Secretaria Regional da Saúde e a Diocese de Angra, no âmbito do I Encontro Regional da Pastoral Social.
Rui Luís sublinhou a grande aposta que está a ser feita na prevenção e a mais-valia de celebrar este acordo, que vem reforçar as acções de prevenção de comportamentos aditivos e dependências.
 “A Diocese de Angra, através do Serviço Diocesano da Pastoral Social, desde a primeira hora que se tem associado a esta causa, começando por ser uma entre as 36 entidades que aderiram ao Fórum Regional Álcool e Saúde, e que agora amplia o seu contributo com esta parceria”, afirmou.
O protocolo agora assinado prevê a colaboração entre os serviços diocesanos da Pastoral Social e Juvenil e a Direcção Regional de Prevenção e Combate às Dependências na promoção de estilos de vida saudável, incluindo a formação a seminaristas na disciplina de Psicologia, em entrevista motivacional, para serem agentes no encaminhamento e acompanhamento da população, sensibilizando os paroquianos para a temática das dependências. 
 O acordo contempla ainda a realização de sessões de prevenção e promoção de estilos de vida saudável, através das artes cénicas, aos grupos de jovens ligados à Pastoral Juvenil.
 “É uma formação importante que irá ter impacto junto dos grupos de jovens, através de um trabalho de sensibilização interpares”, frisou o Secretário Regional.
Rui Luís recordou ainda que, no âmbito do Fórum Regional Álcool e Saúde, a Diocese de Angra realizou em Maio uma semana de sensibilização regional sobre as consequências do consumo abusivo do álcool, através de boletins informativos e da divulgação no site da Diocese, bem como da realização de um concurso nas redes sociais.
Este concurso, apoiado pela Secretaria Regional da Saúde, elegeu os melhores cartazes sobre a temática ’viver + alternativas aos consumos’, destinando-se aos jovens da Pastoral Juvenil e Universitária, aos alunos das escolas e aos agrupamentos de escuteiros, tendo os premiados sido distinguidos no I Encontro Regional da Pastoral Social.

Bolieiro defende políticas centradas nas pessoas 

O Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, José Manuel Bolieiro, por seu turno, defendeu «a necessidade de, na sociedade actual, combater a indiferença e estimular a criação de políticas centradas nas pessoas, como forma de combater a exclusão, a pobreza e a precariedade social.
“A grande conquista para nos tornarmos verdadeiras pessoas e podermos ter o sentido do humanismo na nossa convivência é combater a indiferença”, sublinhou, lembrando que o combate à exclusão, à pobreza e à precariedade social tem de ser um desígnio de todos, pessoas e instituições, e lançou um desafio: “em vez de vivermos a globalização da aldeia, devíamos viver mesmo a característica da aldeia global”.
O edil acrescentou que os problemas sociais estão associados a um ”processo educativo, ligado à saúde e à questão social, cultural, integrativa, inclusa e não apenas à carência económica”.
Defendeu, por isso, que na actuação quotidiana e na definição de estratégias e na afirmação de políticas públicas se deve ter uma prevalência: a pessoa em primeiro lugar, a sua felicidade”.
“O que se pretende é que todas as instituições – públicas e privadas - possam coagir – agir em comunhão - e agir para a integração e para o cuidar do ser humano”, apontou. 
O Presidente falava na sessão de encerramento do I Encontro Regional da Pastoral Social “Desafios actuais: Olhar, Reflectir, Agir”, que teve lugar no Centro Pastoral Pio XII, em Ponta Delgada.
Na ocasião, congratulou-se com a realização deste encontro regional, promovido pelos Serviço Diocesano e pela Pastoral Social, que procurou ter o universo das 9 ilhas dos Açores e permitiu a partilha de saberes, fruto da investigação e da experiência.
Agradeceu o convite para participar na iniciativa “que enaltece a pessoa e a instituição Município, que também desenvolve, no âmbito das políticas públicas municipais, trabalho nesta matéria e encontra no Serviço Diocesano um parceiro em tantas outras actividades”.  
Na sessão de encerramento esteve também a Presidente da Delegação Regional da Ordem dos Psicólogos, Luz Melo. 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

x
Revista Pub açorianissima